O Brasil e os Estados Unidos reafirmaram a parceria de cooperação científica e tecnológica durante a 5ª Reunião da Comissão Mista Brasil-EUA de Cooperação Científica, em Brasília (DF). O objetivo é fortalecer cooperação entre o setor privado e centros de pesquisa, com intuito de desenvolver novos modelos de cooperação entre agência de fomento à pesquisa e apoio a projetos conjuntos.

Durante o evento, foram debatidos temas como observação da Terra e educação em ciência, tecnologia, engenharia e matemática (STEM, na sigla em inglês), inteligência artificial, indústria 4.0, robótica, pesquisa em física de partículas entre outros assuntos.

Outro tema em destaque foi a cooperação entre os dois países em relação à pesquisa e desenvolvimento em saúde no combate ao coronavírus (COVID-19). “Este é um dos exemplos de como a cooperação internacional pode realmente ajudar as pessoas. Temos muitos assuntos que podemos colaborar. Devemos definir as prioridades e começar”, ressaltou o ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Marco Pontes.

O ministro destacou ainda que a cooperação entre Brasil e os Estados Unidos está fortalecida. “São muitas áreas de convergências e de interesse. Estamos abertos para ajudar e cooperar no que for preciso”, afirmou.

Com informações do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações