A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) anunciou um aumento no número de bolsas para pesquisas que envolvam o estudo do novo coronavírus (Covid-19). Além dos benefícios já previstos pelo modelo de concessão, haverá o aporte de mais 2.180 bolsas.

Para os cursos de excelência, que possuem conceitos 6 e 7 e atuam nas áreas de infectologia, epidemiologia, pneumologia e imunologia, serão mais 420 bolsas e recursos de custeio, oferecidos por meio de edital específico.

No início de março, a Capes implantou um novo modelo de concessão de bolsas  e anunciou um total de 84.786 benefícios para mestrado e doutorado. O número foi necessário para atender os cursos mais bem avaliados.

De acordo com os principais indicadores estabelecidos – nota da avaliação e número de titulados – o modelo aponta se há, em determinado curso, falta ou excesso de bolsas.

Com informações da Capes