O Ministério da Educação (MEC) e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) autorizaram a distribuição de mais de três milhões de kits escolares em todo o Brasil. São materiais como caneta, caderno, lápis, borracha, régua, apontador, giz de cera e outros insumos necessários à realização das atividades escolares.

Estima-se um investimento de R$ 164 milhões, com recursos da União, estados e municípios. A compra será compartilhada por meio de atas de compras do FNDE. Essa modalidade de aquisição permite mais qualidade e melhores condições de preços.

A escolha dos itens considerou a saúde dos alunos e o meio ambiente. Nenhum dos materiais têm produtos tóxicos na composição, a calculadora funciona com energia solar e a agenda foi confeccionada com madeira de reflorestamento. “Isso é dinheiro do povo, do imposto que vocês pagam, voltando para vocês”, afirmou o ministro da Educação, Abraham Weintraub.

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, informou ainda que a ação já ocorreu no passado,mas não com esse volume. A ideia é aumentar o número de envio dos kits escolares para as escolas públicas. “Eu gostaria  ainda nesse ano e no ano que vem  conseguir triplicar ou quadruplicar esses três milhões e cem mil enviados”, afirmou. 

Os materiais escolares estão sendo distribuídos para alunos da educação infantil, do ensino fundamental (anos iniciais e finais), do ensino médio e da educação de jovens e adultos (EJA), que é direcionada àqueles que estão fora da idade escolar indicada. Os kits abastecem a necessidade anual de cada aluno. “Os materiais foram feitos para cada etapa e cada modalidade de ensino”, salientou a presidente do FNDE, Karine Santos.

Já coordenadora de uma escola de educação infantil no município de Dourados, Mato Grosso do Sul, Solanja Aparecida dos Santos, fala sobre a alegria das crianças ao receber o kit escolar.”A maioria não tem condições de comprar. Eles ficam muito felizes. A reação é muito emocionante até para a gente”, disse. 

Nas redes sociais, Abraham Weintraub mostrou a composição de cada kit escolar. Confira:

Quer saber o que vem nos kits escolares dos anos iniciais do ensino fundamental? Confira junto com o ministro da Educação, Abraham Weintraub, e com a presidente do @fnde_mec, Karine Santos: pic.twitter.com/tiuAjLaZUT

— Ministério da Educação (@MEC_Comunicacao) March 3, 2020

Rio de Janeiro, Minas Gerais e São Paulo são os estados que mais solicitaram os kits que começaram a ser distribuídos em maio de 2019. De acordo com o FNDE, 390 entes federativos já foram beneficiados.

Com informações do FNDE e do Ministério da Educação.