Dados informados nesta quinta-feira, pelo Centro para Controle e Prevenção de Doenças, CDC, dos Estados Unidos, dão conta que o país já tem mais de 68 mil casos de coronavírus. São quase 14 mil a mais em relação à contagem anterior. O número de mortos pelo novo vírus, segundo o último balanço, estava em 257. E agora são 994.

 

Há casos de coronavírus relatados nos 50 estados norte-americanos e também no Distrito de Columbia. A contagem total não inclui casos entre cidadãos repatriados de Wuhan, na China, e do Japão.

 

Em Nova York, o governador Andrew Cuomo disse que os hospitais ficarão sobrecarregados em praticamente todos os cenários de disseminação do coronavírus.

 

Por isso, as autoridades de saúde estão aumentando a capacidade em todos os locais possíveis para atender a demanda crescente,.

 

A necessidade de leitos e ventiladores pulmonares é alta, já que Nova York é o estado mais atingido pelo coronavírus nos Estados Unidos. São 37.259 casos e 385 mortes.

 

Cuomo prevê que haverá uma demanda grande por ventiladores por um período de tempo longo e disse que os especialistas acreditam no aumento do número de mortos, em função dessa crescente necessidade. A necessidade que temos de ventiladores é astronômica, disse ele.

 

O governador de Nova York afirmou que pretende elevar a quantidade atual de 53 mil leitos disponíveis para 140 mil. E também está sondando locais para construir instalações temporárias.

 

Cumo criticou o pacote de 2 trilhões de dólares de combate ao coronavírus, aprovado pelo Senado norte-americano nessa quarta-feira, pois, segundo ele, não fornece ajuda suficiente aos Estados.