Mais R$600 milhões estão sendo liberados para estados e municípios para reforçar o plano de contingência para o enfrentamento da pandemia de coronavírus. Outros R$ 400 milhões já haviam sido enviados a todos os estados ainda neste mês.

 

A orientação do Ministério da Saúde é que cada estado defina com as prefeituras os valores destinados a cada município.

 

O dinheiro poderá ser utilizado em ações de assistência, inclusive para abertura de novos leitos ou custeio de leitos já existentes.

 

A partir de hoje, os estados devem informar o ministério sobre os municípios com atendimento de maior complexidade. A partir daí, o recurso será repassado.

 

Essa distribuição será feita de maneira proporcional ao número de habitantes de cada estado, que deverá definir os locais de atendimento de maior complexidade e, assim, maior necessidade de reforço orçamentário. São, no mínimo, R$ 2 e, no máximo, R$ 5 por habitante.

 

A estimativa do Ministério da Saúde é de que sejam necessários R$10 bilhões para o enfrentamento da pandemia aqui no Brasil.