O secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa, se reuniu nesta segunda-feira (23/3), por videoconferência, com os secretários de Desenvolvimento, Indústria e Comercio  de 24 estados e do Distrito Federal para alinhar as ações de emergência no combate ao coronavírus.

Entre os pontos levantados, na reunião virtual, Da Costa e os secretários foram unânimes em identificar a urgência no desenvolvimento de medidas que visam garantir o fluxo de produtos, a manutenção da produção de bens essenciais e suas cadeias, além da necessidade de alinhamento dessas medidas entre o governo federal (ministérios), estados e municípios.

Outros apontamentos críticos levantados e que necessitam de atenção especial, para atender às demandas urgentes do momento, são: a ampliação e produção de respiradores, álcool em gel e de máscaras. Para tanto, é fundamental a elaboração de recomendações de segurança para que as empresas, em conjunto com o Ministério da Saúde, garantam a manutenção do fluxo de trabalhadores em atividades essenciais.

“Para que essa dinâmica tenha fôlego, temos que trabalhar com concessão de garantias para alavancar o mercado de crédito dos bancos comerciais, bancos públicos e possibilitar a antecipação de recebíveis de Micro, Pequenas e Médias Empresas (MPMEs) com o governo, ” reforçou o secretário.