Estão abertas as inscrições para a terceira rodada do doutorado em astronomia do Observatório Nacional. A unidade de pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) é referência no assunto e atua há mais de 190 anos na área. Para se candidatar, é preciso ser formado em astronomia, física, matemática ou áreas afins. O curso tem duração de quatro anos e os selecionados recebem bolsas durante os estudos. A inscrição deve ser feita pela internet, até a próxima quarta-feira (4), no site do Observatório Nacional.

Pesquisas centenárias

O Observatório Nacional, uma das mais antigas instituições brasileiras de pesquisa, ensino e prestação de serviços tecnológicos, foi criado por D. Pedro I em 1827. Uma das ações da instituição é a publicação do Anuário do Observatório Nacional, referência obrigatória sobre acontecimentos em Astronomia no Brasil.

A proposta dos cursos promovidos pelo Observatório é possibilitar o acesso à informação científica correta, aproximar a sociedade de uma instituição de pesquisa e capacitar professores da rede de ensino, vetor fundamental para multiplicar o conhecimento adquirido.

 

Com informações da Voz do Brasil e Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações