Candidatos pré-selecionados na segunda chamada do Programa Universidade para Todos (Prouni) têm até esta sexta-feira (28) para comprovar as informações prestadas no momento da inscrição. A documentação deve ser apresentada à instituição em que o futuro bolsista foi pré-selecionado.

É responsabilidade do candidato verificar, na instituição, os horários e o local de comparecimento para a verificação de todos os dados exigidos. A perda do prazo ou a não comprovação das informações levará, automaticamente, à eliminação do candidato.

Os estudantes são classificados por curso e turno, seguindo as notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019. Como cada aluno opta por dois cursos, são dois tipos de lista de espera — uma para a primeira opção e outra para a segunda.

Nesta edição, o Prouni ofereceu mais de 252 mil bolsas de estudo. Foram registradas mais de 1,5 milhão de inscrições, feitas por 782.497 estudantes. O número de inscrições é maior que o de inscritos porque cada estudante pode escolher até duas opções de instituição, curso e turno.

Lista de espera

As bolsas de estudo remanescentes, pela não comprovação das informações, serão destinadas àqueles que ficaram na lista de espera. O prazo para se inscrever nesta lista é de 6 a 9 de março, pelo site do Prouni. A divulgação será feita em 12 de março também no portal.

 

Com informações do Ministério da Educação