Termina nesta segunda-feira (2) o prazo para os estudantes pré-selecionados no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) complementarem seus dados na página do programa na internet. Os candidatos devem informar dados bancários, do fiador e do seguro para pagamento da dívida em caso de morte.

A Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA), da instituição de ensino na qual o candidato fará o curso, irá avaliar as informações prestadas no portal em até cinco dias. A comissão pode solicitar mais documentos ou, em caso de tudo estar correto, entregar o Documento de Regularidade de Inscrição (DRI), que autoriza a contratação do financiamento. 

Assim que o DRI for emitido, o candidato tem até dez dias para ir à agência da Caixa Econômica Federal escolhida na hora da inscrição para formalizar o contrato de financiamento.

O estudante que aderiu ao Fies começa a pagar o financiamento estudantil a partir do primeiro mês após a conclusão do curso. Caso o estudante esteja empregado, a parcela é descontada em folha de pagamento. Se o estudante não tiver renda no momento previsto para o início do pagamento do saldo devedor ou em qualquer momento durante o período de amortização, o financiamento será quitado em prestações mensais equivalentes ao pagamento mínimo, de acordo com regulamento do programa.

Lista de espera

Para os candidatos que não foram pré-selecionados neste momento, a dica é ficar atento ao site até o dia 31 de março. Todos os candidatos que não foram pré-selecionados são automaticamente incluídos na lista de espera. O acompanhamento será feito por meio do sistema do Fies onde os candidatos serão notificados sobre a convocação. São diversas chamadas ao longo do período.

Os participantes aprovados na lista de espera devem complementar as informações no sistema em até três dias úteis, contados do dia seguinte ao da divulgação da seleção. O candidato também deve informar valor a ser financiado e dados bancários.

 

Com informações do Ministério da Educação