Policiais militares e civis de Lucas do Rio Verde (a 354 km de Cuiabá) prenderam na noite de sexta-feira e madrugada deste sábado (27 e 28.03), três homens e apreenderam um adolescente – todos suspeitos de envolvimento no homicídio de quatro homens, no bairro Parque das Araras.

Conforme o boletim de ocorrência, os policiais foram acionados via 190 e informados por moradores que dois suspeitos armados abordaram quatro homens que conversavam na frente de uma casa, mandaram eles deitarem no chão e atiraram em suas cabeças.

As pessoas que viram o crime passaram as características físicas dos dois homens que saíram em alta velocidade em uma motocicleta.  

No local, os militares acionaram uma equipe da Polícia Judiciária Civil e o Corpo de Bombeiros. Uma das vítimas veio a óbito no local e três foram encaminhados a unidade de saúde da cidade, mas morreram horas depois. No local do crime os policiais encontraram 15 comprimidos de ecstasy e 10 porções de maconha.

Foi iniciada diligência na busca dos suspeitos envolvidos no crime quando uma denúncia apontou que eles estariam no bairro Primavera. O primeiro detido foi o adolescente, que andava á pé pela rua. Ele carregava uma chave e um capacete. Na delegacia, o adolescente confessou que estava junto de mais três homens. Dois em um carro e dois em uma motocicleta. Disse não saber o motivo, mas que deu apoio no crime.  

Ainda na busca dos outros envolvidos, os policiais foram até a casa de um dos suspeitos. No local, encontram o denunciado na companhia de outro homem, além de um veículo Gol prata, com um revólver calibre 38, com seis munições.

O quarto suspeito detido, foi localizado em sua casa. No imóvel, os policiais ainda apreenderam porções de droga, uma balança e dinheiro.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.