Ciência e Tecnologia

Com previsão de ventos de até 100km/h, bombeiros e concessionária de energia fazem alerta em Mato Grosso

O outono começou com um alerta de temporais em Mato Grosso nos próximos dias. Segundo a meteorologista e consultora da Energisa, Ana Paula Paes, as chuvas devem ser intensas até o início da próxima semana, principalmente no centro-sul e oeste do estado, com ventos de até 100 km/h. As condições são geradas por causa da chegada de uma frente-fria que já colocou outras regiões do país em atenção.

“Esse canal de umidade está se formando desde o sudeste do Brasil até a região central do país. Além disso, essa massa deve encontrar pontos de calor em Mato Grosso, tornando o tempo ainda mais instável principalmente entre domingo e segunda-feira”, explicou a especialista. 

Por causa do risco, o Corpo de Bombeiros de Mato Grosso junto e a concessionária de energia estão reforçando preventivamente as orientações de segurança com a comunidade. A companhia está em estado de alerta, com efetivo em sobreaviso. “Nós estamos monitorando a evolução dessa massa de instabilidade em tempo real dentro do nosso Centro de Operações Integrado e repassando esses dados ao Corpo de Bombeiros e às prefeituras, para estarmos preparados para eventuais ocorrências”, esclareceu o gerente de operações da Energisa, Anderson Rodrigues.

Uma dica importante em uma situação de tempestade é procurar um lugar seguro. “Não fique em áreas abertas e descampadas ou embaixo de estruturas metálicas e de árvores, que ser podem cair em rajadas de vento ou serem atingidas por raios”, afirma Tenente-coronel BM Heitor Fernandes da Luz, Comandante Regional I.

Outro ponto de atenção são áreas alagadas ou com cabos partidos, mesmo os de telefonia, que podem estar energizados. “Esse cuidado é muito importante. Se houver cabo partido na rua ou tocando um automóvel, por exemplo, é importante isolar o trecho e fazer contato de imediato com a Energisa ou até mesmo o Corpo de Bombeiros pelo 193. Nessas condições há risco de acidentes e choques. Por mais que as nossas redes tenham proteções, com eletricidade é preciso ter atenção máxima”, ressaltou o gerente de operações. A mesma dica vale para dentro de casa, com a retirada de equipamentos da tomada. Além disso, a poda preventiva de árvores que podem tocar na rede elétrica. 

Canais de atendimento:

Corpo de Bombeiros Militar: 193

Energisa:
App Energisa ON
Whatsapp Gisa (65) 9 9999-7974
energisa.com.br
0800 646 4196
¿¿¿¿¿¿¿