O Governo de Mato Grosso inaugurou a Escola Técnica Estadual de Educação Profissional e Tecnológica de Matupá. A obra, que ficou parada por mais de uma década, contou com um investimento de quase R$ 18 milhões. Deste montante, R$ 9.357.129,76 foram provenientes de recursos próprios do Governo Estadual, enquanto R$ 8.543.357,08 foram liberados pelo governo federal, viabilizando a conclusão da escola. A entrega ocorreu por meio da Secretaria de Estado, Ciência, Tecnolocia e Inovação (Seciteci) na sexta-feira (05.07).

O secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação de Mato Grosso, Allan Kardec, comemorou a conclusão de mais uma escola técnica que estava paralisada.

“São 16 escolas técnicas no Estado de Mato Grosso. Das oito que estavam paralisadas há mais de dez anos, estamos inaugurando a sexta. E hoje é a primeira cidade em que temos servidores públicos municipais trabalhando em conjunto com a Seduc e a Seciteci. É um orgulho dizer que antecipamos em um ano a inauguração desta escola. Quero dizer aos alunos aqui presentes que os cursos já estão autorizados, ninguém ficará sem certificados. Nosso compromisso é que no dia da formatura vocês recebam o diploma e, no dia seguinte, estejam prontos para o mercado de trabalho”, afirmou.

Com uma área construída de 5.539,77 m², a escola possui salas de aula, laboratórios, biblioteca, auditório, quadra poliesportiva e refeitório, tendo capacidade para cerca de 1,5 mil alunos. Atualmente, a ETEC Matupá, juntamente com a Escola Estadual Jardim das Flores, oferece ensino médio com cursos técnicos em Agricultura e Logística, com duas turmas pela manhã e duas pela tarde. A partir de julho, serão ofertados cursos técnicos subsequentes nas áreas de Agricultura e Logística no período noturno. Em fevereiro de 2025, serão introduzidos os cursos de Agronegócio e Informática.

Retomada da Obra

A construção da escola foi iniciada em 2009, com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), em parceria com o Governo do Estado. Quando o governador Mauro Mendes assumiu, encontrou oito obras de Escolas Técnicas paralisadas há mais de dez anos. A obra foi novamente licitada e retomada definitivamente em 2022. O termo de parceria entre a Seciteci e a Seduc, firmado até 2030, para a implantação do Novo Ensino Médio no itinerário formativo da educação profissional, está permitindo a implantação de cursos técnicos concomitantes e intercomplementares entre as duas secretarias.

Categorized in:

Destaque,

Última atualização: 8 de julho de 2024